Com lesão de Filipe Luís, Alex Sandro deve ser o reserva de Marcelo na Copa (Foto: Reprodução/Facebook)

Copa 2018
Tipografia

O Atlético de Madrid confirmou nesta sexta-feira que os exames realizados pelo lateral-esquerdo Filipe Luís confirmaram que o jogador brasileiro sofreu uma fratura na fíbula da perna esquerda, uma lesão que deverá deixá-lo fora da Copa do Mundo na Rússia.

Filipe Luís se lesionou na última quinta-feira, durante o segundo tempo da vitória do Atlético de Madrid por 5 a 1 sobre o Lokomotiv Moscou, na Rússia, no jogo de volta das oitavas de final da Liga Europa.

O clube não disse por quanto tempo o defensor vai estar afastado dos gramados, mas lesões semelhantes necessitaram de pelo menos seis semanas de recuperação, tempo que poderá ser ampliado se ele tiver que ser operado.

Na segunda-feira, Filipe Luís foi convocado pelo técnico Tite para os amistosos da seleção brasileira contra a Rússia, em Moscou, em 23 de março, e Alemanha, em Berlim, quatro dias depois. A CBF ainda não anunciou, mas o jogador do Atlético de Madrid deverá ser cortado nas próximas horas.

Esses compromissos serão os últimos da seleção brasileira antes de Tite anunciar a lista de convocados para a Copa do Mundo, sendo que Filipe Luís é visto como concorrente direto e em uma disputa acirrada com Alex Sandro para ser o reserva imediato de Marcelo, considerado o titular absoluto da lateral esquerda. A estreia do Brasil na Rússia será em 17 de junho, diante da Suíça

Filipe Luís se lesionou quando tentava evitar uma finalização do atacante Eder, do Lokomotiv Moscou, aos 15 minutos do segundo tempo. O lateral até conseguiu fazer o corte, mas foi atingido na perna e precisou deixar o campo em uma maca. O time espanhol se classificou às quartas de final da Liga Europa com um placar agregado de 8 a 1.





BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Zagueiro Miranda abriu o caminho para a vitória brasileira (Foto: Pedro Martins/MoWa Press)

Copa 2018

O Brasil realizou um de seus últimos testes antes da Copa do Mundo. Nesta sexta-feira, 23, a Seleção venceu a Rússia, anfitriã do Mundial, por 3 a 0, em Moscou, com gols de Miranda, Coutinho (pênalti) e Paulinho. 

Apesar de ter tomado alguns sustos, os comandados de Tite dominaram o amistoso, mesmo sem o craque Neymar, que se recupera de uma operação no pé direito e deve voltar às vésperas da Copa. Douglas Costa substituiu o camisa 10 do Brasil e do PSG.

Agora, o desafio brasileiro é contra a algoz Alemanha, no Estádio Olímpico de Berlim, na próxima terça-feira, 27, às 15h45 (horário de Brasília). É a primeira vez que as seleções se encontram depois dos 7 a 1, no Mineirão, na semifinal da Copa do Mundo de 2014. 

"O jogo estava difícil. Tomamos um monte de contra-ataque, mas, felizmente, controlamos o jogo. E fui feliz em fazer o primeiro gol", disse Miranda à TV Globo. 

"A equipe toda foi bem. Tivemos tranquilidade. Acho que correspondi as expectativas", avaliou o atacante Douglas Costa. "O espírito da Seleção é vencer. O Thiago Silva salvou em cima da linha em um lance em que já estava batido. Todos se entregaram. Estão todos de parabéns", analisou o goleiro Alisson, que foi o capitão brasileiro nesta sexta-feira.  

Arena Rostov vai receber o jogo de estreia do Brasil, dia 17 de junho, contra a Suíça (Foto: Reprodução/Facebook)

Copa 2018

Durante a 1ª fase da Copa do Mundo da Rússia, a Seleção Brasileira vai jogar em três cidades: Rostov, São Petersburgo, e Moscou. A primeira é a mais desconhecida, mas tem um centro comercial forte, assim como um diversificado setor industrial. O estádio em que o Brasil jogará contra a Suíça é a Arena Rostov, que tem capacidade para 45 mil espectadores, construída especialmente para o torneio.


O município de São Petersburgo é a 2ª maior cidade do País e já foi até capital do Império Russo, de 1732 a 1918. Estimativa de 2012 mostra que a cidade tem 5 milhões de habitantes, quase metade dos habitantes da cidade de São Paulo. Lá, a Seleção jogará contra a Costa Rica, no Estádio Krestovsky, que tem capacidade para 68 mil torcedores.


Na terceira rodada, quando enfrenta a Sérvia, o Brasil estará na capital, Moscou. A cidade tem dois estádios para o campeonato: o Lujniki, que receberá a final, e a Arena Otkrytie, do Spartak. Este será o palco do último jogo da Seleção na fase de grupos. O local tem capacidade para 45 mil torcedores.

Com Tite, Brasil ainda não perdeu jogos oficiais (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Copa 2018

Começou a contagem regressiva para Copa da Rússia. No dia 14 de junho, daqui a exatos 100 dias, às 12h, entram em campo Rússia e  Arábia Saudita, para o jogo de abertura, no estádio Lujniki, em Moscou. 

Entre as 32 equipes, mais uma vez estará a Seleção Brasileira, que, depois de tempos difíceis, segue mais uma vez confiante para conquistar o hexacampeonato. Afinal, já ganhou o torneio em 1958, 1962, 1970, 1994, 2002, todas de forma invicta. 

Após o vexame em casa, a Seleção Canarinho recuperou a autoestima e o bom futebol e embarca para a Rússia cheia de esperança e listada entre as favoritas ao título. Mas não está sozinha. Neste seleto grupo que os especialistas credenciam ao título, também estão a sempre forte Alemanha, a respeitada França, a confiante Espanha e a respeitável e arquirrival Argentina.

Além delas, é bom ficar de olho em Portugal e Bélgica, que correm por fora, mas também têm bons times e podem surpreender.Nesta edição, os torcedores não verão em campo algumas seleções tradicionais e bem ranqueadas na Fifa: o Chile, atual campeão da Copa América, a Itália, quatro vezes campeã do mundo, e a Holanda, normalmente uma pedra no sapato dos brasileiros. O trio não conseguiu classificação para o Mundial. Por outro lado, as seleções da Islândia e do Panamá serão estreantes no torneio.

Jabá, que já passou pela Seleção de base, acredita que Tite pode levar o Brasil ao hexa (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

O atacante Léo Jaba, revelado pelo Corinthians e que atualmente atua pelo clube russo Akhmat Grozny, acredita que a Seleção Brasileira será muito bem acolhida durante a Copa do Mundo.

“Os russos têm uma expectativa muito grande para receber os jogadores brasileiros. Sabemos que na última Copa o resultado não foi o esperado, mas eles veem a mudança com o Tite. Então, estão bem empolgados. Eles são fãs do nosso futebol e dos jogadores do País. Há um respeito muito grande. Tenho certeza que vão torcer pelo Brasil, a não ser contra a Rússia”, avaliou Jabá, que, em 22 jogos pelo Akhmat Grozny, fez três gols.

Jabá também comentou sobre as cidades e os estádios que receberão as partidas do Brasil na primeira fase do Mundial. “As três cidades [Rostov- do-Don, São Petersburgo e Moscou] são top e eu gostei de ter jogado nas arenas de São Petersburgo e Moscou”, afirmou o ex-corintiano, que emendou: “Em Rostov [que ainda não teve o estádio inaugurado] e em Moscou, a torcida ficará perto do gramado. Já no estádio do Zenit [São Petersburgo], os torcedores ficarão mais distantes. De qualquer forma, os russos fazem bastante barulho nas arquibancadas. Só que eles não fazem tanta pressão como os brasileiros”, analisou. 

O atleta também falou sobre o frio russo. Ele está no país desde julho de 2017 e chegou a pegar 8º C durante o mês. Como a Copa será disputada no mesmo período neste ano, a miníma deve ser semelhante durante o Mundial. "Mas, no inverno, enfrentei uma temperatura de -29º C. Muito gelado", relembrou. 

Craque deve desfalcar seleção em amistoso contra a Alemanha (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

O atacante Neymar, do PSG, teve uma fissura no quinto metatarso do pé e não joga contra o Real Madrid, partida válida pela volta das oitavas de final da Champions League. O jogo está marcado para o dia 6 de março, às 16h45, na França. A informação foi confirmada pelo próprio clube francês.

Por causa da lesão, o brasileiro deve ficar no mínimo três semanas longe dos gramados. Desta forma, não preocupa para a Copa do Mundo. No entanto, o camisa 10 da seleção não deve participar do amistoso contra a Alemanha, marcado para o dia 27 de março.

 Neste domingo, o craque torceu o tornozelo sozinho em jogo do PSG e deixou o campo aos prantos. Havia suspeita de rompimento de ligamento, o que o tiraria do Mundial da Rússia.

Marquinhos

O zagueiro teve constatada uma lesão muscular de grau 1 após exame de ultrassonografia. Segundo o site Globoesporte.com, o defensor é dúvida para a partida diante da equipe espanhola.  

Na ida, em Madri, o time de Cristiano Ronaldo venceu o adversário parisiense por 3 a 1. Agora, pode até perder por um gol de diferença para avançar às quartas de final da competição europeia.

VEJA NOSSA EDIÇÃO DO DIA

O plantel da Seleção daquele ano contava com: Martim Silveira, Pedrosa, Aramandinho, Tinoco, Luiz Luz, Canalli, Sylvio Hoffman, Waldemar de Brito, Leonidas da Silva, Patesko, Luizinho (Foto: Reprodução CBF)

Copa 2018

O "Gran Parque Central", estádio do Nacional Club (Uruguai), foi palco do primeiro jogo da Seleção Brasileira em Copas do Mundo (Foto: Reprodução/ Site Nacional Club)

Copa 2018

Técnico superou Picerni e Telê Santana nos anos 80 (Foto: Reprodução/Twitter Fifa)

Copa 2018

Bruna caiu em pegadinha de editora (Foto: Reprodução/Instagram)

Copa 2018
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

É necessário garantir a acessibilidade e banir o preconceito (Foto: Jaelson Lucas/SMCS/Fotos Públicas)

Opinião

PF apreendeu R$ 200 mil na casa do senador Ciro Nogueira nesta terça-feira, 24 (Foto: Reprodução/Facebook Ciro Nogueira)

Opinião

Carf é composto por representantes da Fazenda Nacional (Foto: Reprodução/Facebook)

Opinião

Além de Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski vão se pronunciar sobre assunto (Foto: Reprodução/ Flickr)

Opinião