notíciasCidade

SP tem mais de uma multa de trânsito por habitante

10/04/2017 10:13 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 10/04/2017 10:13 am

A cidade de São Paulo registrou mais de uma multa de trânsito por pessoa durante o ano passado. A população estimada pelo IBGE é de 12 milhões de pessoas e 15,4 milhões de penalidades foram aplicadas.

Isso resulta em uma média de 1,7 mil multas por hora. O número foi fechado na semana passada pela Prefeitura. Foram 42 mil penalidades por dia. “É um número muito grande”, alertou o coordenador do curso de engenharia e especialista em mobilidade urbana da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas, Luiz Vicente Figueira de Mello.

Em 2016, a Capital teve quase 66% de aumento no número com relação a 2014, quando 9,3 milhões de multas foram emitidas. Segundo o professor, duas causas podem ser atribuídas a isso: a política de Fernando Haddad (PT) e a falta de educação no trânsito.

“O ex-prefeito tinha como ideia, realmente, aumentar a quantidade de radares na cidade”, afirmou. “Mas as pessoas têm que entender que a multa é a última ponta dessa relação. Se uma pessoa é multada, é porque a política de educação não funcionou, falhou”, explicou. De acordo com ele, o aumento de penalidades não vai adiantar. “Os motoristas se sentem injustiçados, vão recorrer. Vira um ciclo, não vai melhorar em nada”, concluiu.

Foto: Lucas Dantas

Educação é fundamental

Para o professor Luiz, é importante a criação da “educação de base”. “O Poder Público tem que colocar nas escolas esse tipo de informação de trânsito”, afirmou. “Os pais também têm que educar, claro. Eu vejo que alguns levam as crianças na escola e atravessam fora da faixa de pedestres ou com o farol vermelho. É esse tipo de exemplo que temos que abolir”, explicou.

Isso, segundo ele, vai criar motoristas que desrespeitam as leis de trânsito. “Se não tivermos um aumento na educação, não teremos diminuição no número de multas”.