notíciasCidade

Paulistanos superlotam UBS com medo da febre amarela

12/01/2018 8:19 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 15/01/2018 9:51 am

O medo da febre amarela fez crescer consideravelmente as filas de espera para vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Capital. A situação se repete nos postos da Grande São Paulo.

Por volta das 13h de quinta-feira, 11, ao menos 50 pessoas aguardavam do lado de fora da UBS Sé, na Rua Frederico Alvarenga, na região central. “A gente sempre escutou que havia um risco alto na Zona Norte e acabamos deixando para agora. Eu sou da Zona Sul e resolvi me prevenir”, disse a advogada Camila Kelciauskas, 22.

A encarregada de produção Cleusa Queiroz Moreira, 52, também decidiu não esperar mais. “A gente fica preocupada”, comentou. A espera era de aproximadamente 30 minutos, mas houve relatos de espera de até quatro horas em outros locais na cidade.

A procura maior aconteceu após a confirmação de 13 mortes por febre amarela no Estado de São Paulo. Nenhum caso foi contraído na Capital. A febre amarela foi responsável pela morte de todos os macacos bugios do Horto Florestal, parque que foi reaberto nesta semana.

Paciência – Procura por vacina cresceu após mortes por febre amarela (Foto: Lucas Dantas)